Atividades Complementares

As atividades complementares têm a finalidade de enriquecer o processo de ensino-aprendizagem, privilegiando a complementação da formação social e profissional. São exemplos de atividades complementares para o curso de bacharelado em oceanografia: estágios profissionais, atividades de iniciação científica, monitoria, internacionalização, participação em eventos internos e externos à Instituição, tais como semanas acadêmicas, congressos, seminários, palestras, conferências, atividades culturais; Integralização de cursos de extensão e/ou atualização acadêmica e profissional.

Registro das Atividades Acadêmicas Complementares (AAC) no Hstórico Escolar.

Atividades Acadêmicas Complementares - IOUSP.

*Para solicitar AACs, é preciso acessar o Júpiter Web - Aluno - Requerimento - Atividades Acadêmicas Complementares - preencher as informações solicitadas e anexar o comprovante com as horas das atividades realizadas.

 

Abaixo estão apresentadas as principais atividades do curso.

Iniciação Científica

 

A Iniciação Cientifica destina-se a estudantes de cursos de graduação que se proponham a participar, individualmente ou em equipe, de projeto de pesquisa desenvolvido por professor-pesquisador qualificado, que se responsabiliza pela elaboração e implementação de um plano de trabalho a ser executado com a colaboração do discente. Em geral, o tempo de desenvolvimento do projeto é de um ano, podendo ser prorrogado.

Existem alguns programas institucionais de Iniciação Científica como o Programa Institucional de Pesquisa de Iniciação Científica (PIBIC) no âmbito do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) que tem por objetivo despertar e estimular a vocação científica nos alunos de graduação com sua participação em atividades de pesquisa através da concessão de bolsa. Tal participação contribui para a formação acadêmica e profissional do aluno e garante sua dedicação à atividade. Além do PIBIC existem outras oportunidades de bolsa de iniciação para alunos através de projetos individuais de docentes de diversas agencias de fomento. Existe também o Programa Aprender com Pesquisa e Aprender com Cultura que estimulam que esta iniciação também esteja voltada a questões de ensino ou de caráter socioambiental e cultural com populações litorâneas.

Bolsas e Auxílios para a Graduação.

DSC 0037Imagem 152IMG 0556

Internacionalização

 

Os alunos do IOUSP têm a possibilidade de participarem de eventos acadêmicos e/ou científicos internacionais além de poderem cursar disciplinas de graduação em universidades estrangeiras conveniadas e que podem ser aproveitadas como disciplinas optativas livres, eletivas ou até mesmo obrigatórias caso se comprovem equivalentes. Essa experiência é vista como muito importante para o aluno não só pelo aspecto acadêmico, mas também pela vivência pessoal.

Existem alguns programas no âmbito da Universidade de São Paulo que incentivam essas experiências com bolsas e auxílio financeiro. Com exemplo temos o Programa de Apoio à Internacionalização da Graduação (Pró-Int) que visa apoiar o projeto de internacionalização nas Unidades da USP, destinando recursos financeiros para a participação de estudantes em eventos ou atividades acadêmicas no exterior. Há Programa de Bolsas de Mérito Acadêmico de Intercâmbio que oferece bolsas de estudos para que alunos de graduação tenham a oportunidade de estudar no exterior e a bolsa Empreendedorismo, que tem por objetivo proporcionar aos estudantes de graduação da USP oportunidades de treinamento no exterior, visando estimular o desenvolvimento da inovação tecnológica e do empreendedorismo

Disciplina de Extensão

 

A disciplina de extensão criada como disciplina de Atividade de Cultura e Extensão regulamentada nos moldes da Resolução CoCEx- CoG 4738/2000 permite que atividades de extensão possam compor um quadro de atividades para as quais podem ser atribuídos de até 2 créditos para o aluno de graduação, caso ocorra de modo organizado e com a orientação de um professor, contando com a aprovação prévia das Comissões de Cultura e Extensão e de Graduação do IOUSP.

São exemplos dessas atividades: monitorias junto ao museu, envolvimento com atividades junto à comunidade na semana internacional dos mangues, montagem de exposições itinerantes em várias cidades do litoral, atividades ligadas a feiras de divulgação da profissão, participação na organização de eventos científicos da área, atividades junto às comunidades caiçaras.

São também realizadas atividades educativas não formais, como o Programa Embaixadores do Meio Ambiente, realizado em convênio com a Jean-Michel Ocean Futures do Brasil, na preservação ambiental como o “Clean up Day” entre outras. 

oceanfuturesoceanfutures3oceanfutures2

Programa Embaixadores do Meio Ambiente

Compartilhe